Herança ou Seguro de Vida?

"Ora, se somos filhos, somos também herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo" (Rm 8.17)

Muitas vezes, vivemos o cristianismo como se tivéssemos não uma herança, mas um seguro de vida. Seguro de vida é pago quando você morre, herança é paga quando alguém morre.

Existem pessoas que vivem hoje em dia a espera de que um dia, após a morte física, irão experimentar a vida em abundância prometida por Deus a nós. Alguns pensam “quando eu morrer, eu vou pro Céu e vai ser tudo tão glorioso...”, “quando eu morrer, vou receber tudo o que está destinado a mim...”, “quando eu morrer, vou receber minhas promessas...”, “quando eu morrer, vou poder viver na realidade do Reino de Deus”, “quando eu morrer, minha vida vai ser bem melhor, porque aqui não tem como isso acontecer...”, “quando eu morrer, vou ter a vida abundante que tanto é falada... vou ter o que é meu por direito”. Ora, se eu espero chegar o dia em que eu vou morrer para receber o que é meu por direito, significa que não tenho uma herança, mas um seguro de vida.

Aqueles que creem, põem a sua confiança, estão e permanecem em Cristo, são filhos de Deus. E como filhos, Romanos 8:17 diz que somos herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo.

Nós não temos um seguro de vida, temos uma herança, pois Cristo morreu para nos dar essa herança. E podemos começar a desfrutar dessa herança ainda em nossa vida na terra.

Quando Jesus morreu, tudo o que Ele conquistou foi dado a nós como herança. E você não tem que fazer nada mais além do que ter e desenvolver um relacionamento com Cristo para ter essa herança. Nenhuma de nossas obras podem nos fazer mais ou menos merecedores da herança que Cristo nos deu. Não recebemos a herança por nossas obras, e sim pelo relacionamento com Cristo.

O propósito do sacrifício de Jesus foi levar você para dentro do Reino e o Reino para dentro de você. O propósito foi trazer a você uma herança.

Você não tem um seguro de vida... você possui uma herança. E você começa a desfrutar dessa herança não quando você morre, mas quando você crê!

No Comments Yet.

Leave a comment